terça-feira, 8 de outubro de 2019

Resenha » Angel Olsen - All Mirrors (2019)

    outubro 08, 2019   sem comentários

Desde que Angel Olsen anunciou seu quarto álbum de estúdio, o "All Mirrors", brotaram expectativas por mais um belo disco da cantora. As faixas que anteciparam prévias, All Mirrors e Lark, deram a premissa de que seria um disco catártico. Contudo as coisas nem sempre saem como se espera.

Não que isso vislumbre algo ruim, muito pelo contrário, o disco revela surpresas no estado de espirito da cantora que mostra uma Angel Olsen além de sua catarse.

Too Easy e New Love Cassette já começam a dar um novo tom ao disco. É como se ela estivesse saído de seu estado visceral para começar a aspirar momentos de lucidez. Spring acompanha essa mudança com uma melodia refinada e uma Angel Olsen mais branda. Notoriamente mais leve como se tivesse tirado um peso das costas a cantora soa feliz cantando em What It Is com uma vibe mais animada e o timbre vibrante.



Racionalizar sentimentos em meio a explosão passional é uma característica marcante da cantora em "All Mirrors". Essa dupla sensação vem a tona em Impasse onde tudo começa tranquilo antes da euforia tomar conta da cantora mais uma vez. A faixa seguinte é Tonight uma das mais melancólicas do álbum com uma melodia comandada pelo violino que vai criando toda uma áurea pra um final épico. Os vocais acompanham cada nota entristecida da melodia. Uma música que toca lá no fundo e um contraste e tanto com aquela Angel Olsen do começo!

Com um acompanhamento eletrônico mais destacado, Summer é uma canção mais amistosa com a cantora alternando o timbre nos vocais. Enquanto Tonight se caracterizou pela melancolia, a penúltima faixa do álbum, Endgame, carrega um charme que vai desde o instrumental pomposo a voz de Olsen. Um canção apaixonante! Em Chance, que encerra o disco, Angel Olsen usa todo o seu lirismo mudando o tom de sua voz para cantarolar seus versos em outra belíssima canção orquestrada.

Em "All Mirrors" Angel Olsen destilou toda sua emoção e conflitos sentimentais entregando um disco performático, pretensioso e principalmente honesto.


Nenhum comentário

Posts Recentes

Contato

musicacafeblog@gmail.com

Arquivo

© 2013 - 2019 MÚSICA CAFÉ | Designed by Bloggertheme9 Powered by Blogger