sexta-feira, 14 de junho de 2019

Resenha » Pin Ups - Long Time No See (2019)

    junho 14, 2019   sem comentários

A clássica banda do underground brasileiro, a Pin Ups, está de disco novo 21 anos após o aclamado "Lee Marvin". A nova formação do grupo conta com Alexandra Briganti (baixo e vocais), Zé Antônio Algodoal (guitarra), Flávio Cavichioli (bateria) e Adriano Cintra (guitarra). "Long Time No See" teve a produção do próprio Algodoal e Cintra.

O novo trabalho vem reforçar a ideia de preservar velhos valores ao passo que agregar novos soa importante. Os conceitos ruídosos e garageiros da Pin Ups estão espalhados em muitas canções do disco. Logo no início You Can Have Anything You Want vem expor características inatas ao Pin Ups, um rock pulsante com um adicional surpreendente de piano e sintetizadores alternando o diálogo com a base instrumental nervosa.

A rispidez punk oriunda da influências da Pin Ups nos primórdios está presente em Portraits Of Lusts. Na sequência, Little Magic faz parte de uma série de baladas existentes no disco que aumentam o alcance da banda em épocas atuais. Aqui o contato com a música pop é um dos mais próximos no disco. Em contrapartida, a intensidade punk volta à tona em Separate Ways numa canção mais curta e ligeira. Daí velhos e novos sons vão se alinhando ainda mais daqui pra frente.



O primeiro single do álbum, Spinning, antecipou uma amostra do disco em forma de afagos sonoros dos anos 90 que rememora um Yo La Tengo talvez. Belíssima canção! Ela faz dobradinha com a nostálgica Ballad For Samuel And Tobias com uma estética vintage nos arranjos. Com isso a Pin Ups prestigia os anos em que viveu e pincela belamente os sons de época que antecederam a banda. Veja isso também no contraste que há em Mexican Tale e Damn Right.

Incorporar velhos sons, mesmo os não habituais, surge como uma alternativa para explorar a criatividade. Nisso o grupo assertivamente abstrai sutilezas do psicodelismo para nos embalar em Gone Tomorrow. E é de forma cadenciada, ainda que com um apelo experimental, que o grupo encerra o álbum com Crazy e a faixa-título, uma canção pop refinada onde ruídos são filtrados para prestigiarmos os últimos momentos aconchegantes do disco sem grandes interferências.

"Long Time No See", sexto álbum da banda, foi lançado hoje 14 de Junho pelo selo Midsummer Madness.

Ouça: Spotify | Deezer | Bandcamp

Nenhum comentário

Posts Recentes

Contato

musicacafeblog@gmail.com

Arquivo

© 2013 - 2019 MÚSICA CAFÉ | Designed by Bloggertheme9 Powered by Blogger