Resenha » Frabin - Tropical Blasé (2018) | MÚSICA CAFÉ

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Resenha » Frabin - Tropical Blasé (2018)

O Frabin chega ao segundo disco, "Tropical Blasé", mantendo a boa impressão que causou em seu primeiro trabalho, "Real", eleito por este editor um dos Melhores Discos de 2015.

O início com Pastime Illusion é bastante promissor dando novos contornos ao que já se espera do dream-pop. Nem tudo é tão leve e sonhador aqui. Um pouco de ruído se faz presente e necessário para Fabrin. A sequência com One Million Times e Lilac soam como aquelas canções flutuantes com um pouco de psicodelia diluída nas notas do dream-pop.

Nisso percebe-se que Fabrin não privilegia totalmente o estereótipo do gênero emplacando outras texturas em cima daquilo que é sua base como em Parati e You cuja guitarra determina o barulho e o ritmo em duas melodias etéreas.



A união entre psicodelia e o dream-pop é o que norteia o novo trabalho de Fabrin em "Tropical Blasè". A camada eletrônica em It Has Been This Way Since e os efeitos na voz sugerem novamente essa mistura: uma viagem flutuante! Já Realilusão, tudo junto mesmo, é aquela que mais remete aos primórdios do dream-pop nos anos 80.

O álbum de apenas nove faixas, bem construídas por sinal, encerra com Hometown e So Easy mantendo a coerência sonora criada em todo o álbum até aqui. Um bom trabalho feito por Victor Frabin!

"Tropical Blasé" foi lançado 08 de Outubro pelo selo Midsummer Madness.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © Música Café
Editado Por Moisés Lima | Tecnologia do Blogger
    Facebook Twitter Tumblr Instagram LastFM