Resenha » Stuart A. Staples - Arrhythmia (2018) | MÚSICA CAFÉ

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Resenha » Stuart A. Staples - Arrhythmia (2018)

Aos fãs do Tindersticks, aqui está o novo disco solo do vocalista da banda, Stuart A. Staples. Batizado de "Arrhythmia" o primeiro single revelado foi a canção Memories Of Love com 10 minutos de duração.

De apenas quatro músicas, sendo a última Music For a Year In Small Paintings com quase 31 minutos de uma trilha melancólica, o disco faz uma exigência básica: ouvi-lo com fones de ouvido. Seguir esse pedido por si só já é positivo, porém no caso do Stuart A. Staples se faz mais necessário por entregar uma experiência singular, algo bem particular para os fãs do Tindersticks.

Na ausência dos fones de ouvido as músicas do álbum podem beirar a monotonia. Com eles a sensação é ouvir algo rebuscado que exige paciência. A primeira faixa é A New Real que se revela misteriosa no início com uma batida eletrônica seca e repetitiva e que ganha um clima mais dramático com a mudança sonora em seguida.



Memories Of Love soa como um poema em que a melancolia ganha diferentes tons nas estrofes. Sem pensar muito dá pra gente falar que o disco é um lado b do Tindersticks sem tirar nem por. Stuart coloca nele a sensibilidade e a harmonia característica de sua banda como vista em Step Into The Grey. A derradeira faixa é a gigante Music For a Year In Small Paintings uma viagem sonora que poderia muito bem ser a trilha de algum filme/documentário. 

Em "Arrhythmia", Stuart A. Staples fez um disco exclusivamente para quem gosta de Tindersticks com a exigência mínima de ouvi-lo com fones de ouvido. Do contrário, nada feito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © Música Café
Editado Por Moisés Lima | Tecnologia do Blogger
    Facebook Twitter Tumblr Instagram LastFM