11 setembro, 2015

Download » 10 Discos Nacionais de 2015 [Part. 4]

Passado alguns dias desde a última lista com dez lançamentos nacionais é hora de apresentarmos uma nova seleção com mais dez discos lançados esse ano. Ela vai de Barcamundi à Thiago Ramil passando por Mnemonic Creatures e a Nalini. Confere aí.

Pra quem gosta de um som mais poético onde as rimas transcendem as letras, a Barcamundi sabe fazer um som cativante e dinâmico, cheio de nuances percussivas. Seu primeiro disco, homônimo, é uma obra singela que se movimenta pelo folk, mpb, pop e o rock extraindo a essência de cada variante usada pela banda. Do Rio de Janeiro, ela é formada por Gabriela Autran, Gil Navarro, João Barreira, Leon Navarro, Matheus Ribeiro e Pedro Chabudé.

Barcamundi | Download



Basta a primeira faixa do homônimo da Josephines para entendermos a proposta da banda de fazer um som abafado e por vezes barulhento fazendo um rock cheio de riffs efervescente. Formada por Murilo Sedrez, Luis F, Aleques, André Rodrigues e Régis Garcia, a banda gaúcha se sustenta na densidade que consegue extrair do seu instrumental para criar seu disco post-punk, space rock com lapsos pop.

Josephines | Download



A potiguar Talude vem com seu mini-disco, "Sorry The Trouble", dar mais peso a postagem. A banda formada por Victor ‘Vik’ Romero (guitarra e voz), João Victor Moura (baixo), Felipe Beniz (guitarra) e Jônatas Barbalho (bateria) faz aquele som instrumental, barulhento, com distorções com um pé dentro e um fora do shoegaze. O disco traz uma releitura da faixa Murderers do Jonh Frusciante, um dos artistas que influencia a banda, segundo eles.

Sorry The Trouble | Download



"Valorizamos o método 'faça você mesmo'". É assim que a banda de São Paulo, Acho Melhor Não, se apresentada. Daí já é previsível a estética do som que eles fazem. A banda consiste em: Ana Pi, Fábio Moretti, Fernando Bisan e Rodrigo Toledo. "III", é o novo registro caseiro produzido por eles mesmos. Nele, o clima de garagem, lo-fi, e um instrumental acalorado ditam o perfil do grupo que surpreende com o viés eletrônico programado na faixa K7 (Friendly Advice to a Lot of Young Men) trazendo um enxerto do poema de Charles Bukowski.

III | Download



Bernardo Puhler virou Bernardo do Espinhaço, uma referência a Serra do Espinhaço localizado entre Minas Gerais e a Bahia e também a sua paixão pela natureza. Seu segundo trabalho, "Manhã Sã", vem nos conferir um pouco de paz com sua musicalidade serena que nos remete a um ambiente tranquilo das montanhas como o mesmo gosta de se referir.

Manhã Sã | Download



A Mnemonic Creatures, ex October Leaves do Ceará, agora em São Paulo, mostra com seu EP de quatro faixas o potencial que a banda de fazer um profundo, introspectivo, denso, barulhento ao mesmo tempo melódico que propaga os anos 90's pelas guitarras, baixo e bateria em nossos dias com refrões bem dosados que facilmente nos embala em plena garagem. A banda é formada por Odorico Leal, Gustavo Vidal, Ciro Figueiredo e Clara Pieirirowisck.

Mnemonic Creatures EP | Download



O segundo trabalho da cantora bahiana Nalini vem nos presentear com um pop com viés pro folk, mpb, essencialmente carismático. "Plongée" foi feito com uma textura doce com baladinhas divertidas e sensíveis como A Cura e Repente. Seu timbre macio nos conduz a uma calmaria embalado por melodias projetadas para nos acalentar.

Plongée | Download



Zeca Polina é Thiago Marques um cara que tem como foco tudo e todos. Seu álbum solo, homônimo, é um mosaico sonoro que repercute pelo rock, blues, folk, country e um certo "caipirismo" como mostra a faixa Western Sertão narrando a vida do povo do interior.

Zeca Polina | Download




Zé Pi fez um belíssimo trabalho em "Rizar". Seu primeiro disco solo tem um teor pop calibrado. Entre o tom romântico e o nostálgico, o disco esbanja o talento de Pi em fazer um trabalho envolvente cheio de convidados como Tulipa Ruiz e Leo Cavalcanti. Alguns dos destaques de Rizar são: Muito Tempo, de refrão certeiro, Acredito, com uma pegada mais divertida, Dor e Solidão, de melodia leve e o embalo pop de Depois com Tulipa Ruiz.

RizarDownload



Pra finalizar o post com 10 lançamentos nacionais, eis o disco de estreia do gaúcho Thiago Ramil, "Leve Embora". Com arranjos voltado para mpb o disco soa leve e despretensioso com a recomendação de ouvir com fones de ouvido. Um dos destaques da obra é Dizharmonia e Canto.

Leve Embora | Download

//
Veja outros lançamentos nacionais:
- part. 1 (clique aqui)
- part. 2 (clique aqui)
- part. 3 (clique aqui)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © Música Café
Editado Por Moisés Lima | Tecnologia do Blogger
    Facebook Twitter Tumblr LastFM