3 de novembro de 2014

Resenha » Damien Rice - My Favourite Faded Fantasy (2014)

O cantor irlandês de traços simples e artes minimalistas, Damien Rice, saí de um hiato de oito anos para lançar seu terceiro e adorável disco "My Favourite Faded Fantasy". Em seu novo trabalho o cantor nos encanta com um disco cercado de sutilezas e sons que ele evoca de seu violão e de outros instrumentos clássicos para deixar suas melodias cada vez mais polidas. Um bálsamo aos nossos ouvidos!

É como imaginar o folk sendo encenado em alguns atos por um artista que conhece bem esses caminhos e vai em busca de algo mais apurado expressando a música com sentimento em resultado de anos de aperfeiçoamento. Damien nos surpreende com canções de tirar o fôlego, My Favourite Fade Fantasy, outras que apelam para melodias dramáticas, It Takes A Lot To Know A Man, procurando nos sensibilizar com suas pelejas e ainda há aquelas que parecem narrativas cantadas, The Great Bastard, que começa como um conto e termina como uma canção.


Se uma música pop deve ser responsável por deixar um refrão grudado em nossa cabeça, Damien Rice também entende bem esse requisito e músicas como The Blower's Daughter, Cannonball e 9 Crimes comprovaram a eficiência do cantor de fazer o folk contracenar com o pop concebendo belas canções, e nessa linha, I Don't Want To Change You, marca aquele momento inesquecível do disco que volta e meia você pede pra repetir e cantarolar o refrão junto do cantor.

Posso dizer que "My Favourite Faded Fantasy" é uma resposta amigável de Damien Rice a outro irlandês, Glen Hansard, quando lançou o ótimo "Rhythm and Repose" em 2012. Ambos fazem o folk ganhar ares mais sublimes e sentimentais. No disco há aquelas músicas recomendadas para te fazer relaxar um pouco como Colour Me In que cumpre bem esse propósito. A sexta faixa do disco, The Box, resolve apelar para o desabafo em uma faixa que vai ganhando níveis emotivos maiores em sua conclusão impulsionada por arranjos orquestrados. Aqui Damien faz um sofrida, porém bela canção!

Diante de toda a melancolia da faixa anterior, Trusty and True é um verdadeiro calmante pros nossos ouvidos em toda a sua inteireza, uma ode ao folk. No final Damien Rice nos contempla com uma canção, Long Long Way, que aspira esperança e alívio encerrando o belíssimo trabalho.

Nota: 8,5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © Música Café
Editado Por Moisés Lima | Tecnologia do Blogger
    Facebook Twitter Tumblr Instagram LastFM