24 de outubro de 2014

Resenha » Avi Buffalo - At Best Cuckold (2014)

As duas músicas novas que antecipou o lançamento do segundo disco do Avi Buffalo, So What e principalmente Memories Of You, trouxeram não só uma boa expectativa pelo novo trabalho da banda liderada pelo vocalista/guitarrista Avi Zahner-Isenberg, como também trouxe o questionamento de até onde iria a influência psicodélica atrelado ao pop que ficou marcada no excelente debut lançado quatro anos atrás.

Um fato que podemos declarar sobre isso é que para Isenberg esses traços são indispensáveis mesmo que às vezes eles apareçam com uma intensidade um pouco menor coberto de sutilezas. Essa é a primeira impressão que temos quando começamos a ouvir o disco "At Best Cuckold" com So What onde Isenberg tateia em busca da psicodelia encontrada de forma mais viva em Memories Of You. As faixas se dividem como carro-chefe do disco, mas não tem o mesmo potencial de hit como teve What's In It For? do disco anterior.



No novo disco há uma inversão de valores. O pop ganhou mais espaço fazendo com que a psicodelia ficasse em segundo plano acionada para retocar os arranjos como nas faixas Can't Be Too Responsible e Two Cherished Understandings. O que vem logo em seguida, Overwhelmed With Pride, é uma baladinha folk carregada de notas psicodélicas fazendo o cantor aspirar ares mais bucólicos no disco.

Found Blind começa com um ritmo divertido e mais a frente uma guitarra em solo compulsiva cai de paraquedas nos arranjos da faixa que retoma uma levada pop. Nesse clima, o Avi Buffalo entoa uma melodia mais dócil na meiga She Is Seventeen adornada por um piano em sintonia com a guitarra. A faixa é outro destaque do disco. A psicodelia tem seus momentos de sobressaltos em Think It's Gonna Happen Again e ganha traços mais refinados em Oxygen Tank e Won't Be Around No More.

"At Best Cuckold" não tem a mesma excelência que o debut que soou divertido e viajante aos nossos ouvidos. Em seu novo disco o Avi Buffalo prestigia melodias mais refinadas com um forte apego ao pop sem, porém, esquecer de suas origens psicodélicas mesmo elas aparecendo em ondas alternadas.

Nota: 7,5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © Música Café
Editado Por Moisés Lima | Tecnologia do Blogger
    Facebook Twitter Tumblr Instagram LastFM