14 de maio de 2014

Resenha » Jake Bugg - Messed Up Kids EP (2014)

Quando Jake Bugg apareceu em 2012 com seu disco de estreia talvez nem ele mesmo esperasse tamanha aceitação que foi, afinal, a aparente ingenuidade poderia gerar uma pequena descrença no músico logo no início da carreira ofuscando qualquer talento inato que despertaria nele. Longe de ser uma unanimidade, Jake Bugg conseguiu resistir ao peso de suas referências gigantescas como The Beatles, Johnny Cash e Jimi Hendrix, por exemplo, fazendo um simples, porém dinâmico passeio em frente a seus espelhos no seu primeiro registro.

O hype ocasionado com o disco deve ter mexido com os nervos do cantor que descarregou toda a sua euforia na construção de seu segundo disco, o precoce "Shangri La" (2013), que veio carregado de boas músicas mesclando ritmos e formando uma resposta lógica e assertiva para as dúvidas que surgiram no pós-hype.

Para esse ano talvez fosse exagero pensar no terceiro disco do cantor, mas Jake Bugg não conteve sua empolgação e não estancou sua veia roqueira já lançando um pequeno EP chamado "Messed Up Kids". Se ele tinha a ideia de prolongar sua conquista de ver seu nome circulando maciçamente por aí ou apenas extrair o lado positivo de estar sob os efeitos do sucesso, ele conseguiu mesmo foi soar um cumprimento de tabela. O EP é uma extensão do compacto "Shangri La" tendo Messed Up Kids como faixa-título ganhando destaque com um vídeo em slowmotion relembrando a infância do cantor e outras três faixas que, digamos que, são "sobras" do seu segundo registro.

A Change In The Air traz Jake Bugg galgando no country rock sem grandes aspirações. Em Strange Creatures o cantor apela por um folk mais clássico refletindo um brilho opaco de outra de suas referências, o Bob Dylan. Bem mais certeira que as duas músicas anteriores, The Odds resgata um pouco da energia do anterior trabalho com uma guitarra clássica e um pique roqueiro bem equalizado. O EP não diz muito sobre o terceiro trabalho do músico que anunciou está trabalhando em cima dele e talvez até apareça esse ano, mas uma coisa ele pode dizer: mesmo uma pequena baixa pode ter seu lado perigoso.

Nota: 6,0








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © Música Café
Editado Por Moisés Lima | Tecnologia do Blogger
    Facebook Twitter Tumblr Instagram LastFM