19 de fevereiro de 2014

Lançamentos » St. Vincent e Wild Beasts

Nesses últimos dias Annie Clark (St. Vincent) foi responsável por um frenesi indie, daqueles que só gente grande causa, graças ao lançamento do seu quarto álbum o homônimo, St. Vincent. Toda essa agitação foi anunciada quando a cantora lançou duas faixas do novo álbum, Prince Johnny e Digital Witness, sem falar no legado de bons discos lançados por ela.

Annie foge do elementar e vai em busca de conjugar outros sons, enroscando um tom e outro, dando um toque pessoal nas faixas para fazer um disco irrepreensível. Dotado de uma criatividade imposta por uma cantora inspirada a criar uma pluralidade de sons, o disco mescla melodias caracterizadas pelo uso frenético de sua guitarra como em Birth In Reverse, uma sensibilidade eletrônica na sequência melancólica de I Prefer Your Love até causar a falsa impressão de uma baladinha pop com Psychopath. O disco reflete a figura em potencial que é Annie Clark e facilmente aparecerá nas listas de Melhores do Ano.




O Wild Beasts é uma banda que sempre procura alcançar algo mais refinado em seus discos. Seu quarto disco de estúdio, Present Tense, apresenta a banda cavando numa aparelhagem eletrônica o alicerce necessário para satisfazer suas próprias exigências, algo já visto no anterior Smother (2011). Os sintetizadores em primeiro plano criam um cenário noturno iluminado por guitarras que interagem com efeitos eletrônicos produzindo uma sequência de canções ricas em detalhes, delineadas por vocais que alternam elegância como em Wanderlust, Sweet Spot e A Simple Beautiful Truth e seriedade como em Nature Boy e Daughters.

Present Tense satisfaz àqueles que tem um ouvido apurado e que se agradam num som eletrônico, mais experimental, ousado, quase charmoso, com guitarras cedendo espaço para efeitos artificiais tomar conta de todo traçado do disco.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © Música Café
Editado Por Moisés Lima | Tecnologia do Blogger
    Facebook Twitter Tumblr Instagram LastFM