22 janeiro, 2018

tUnE-yArDs - I Can Feel You Creep Into My Private Life (2018)

O retorno da tUnE-yArDs desde o último disco, "Nikki Nack" (2014), foi anunciado quando o duo apresentou a inédita Look At Your Hands ainda ano passado. O novo registro cheio da banda, "I Can Feel You Creep Into My Private Life", saiu oficialmente semana passada em 19 de Janeiro.

O disco mostra o lado avesso e reformulado do pop trazendo algumas peculiaridades da tUnE-yArDs como os vocais exóticos de Merrill Garbus e improvisos eletrônicos de Nate Brenner. Tudo dentro dos conformes e do esperado.

Leia Mais »

Astronauta Marinho - Perspecta (2018)

Aos amantes da música instrumental, o ano começou com um belo lançamento nacional. Mais precisamente vindo daqui da terrinha, Fortaleza. Os meninos da Astronauta Marinho chegaram ao segundo disco com um conjunto calibrado promovendo uma bela sinfonia instrumental.

"Perspecta" é o sucessor de "Menino Sereia" de 2015 e foi produzido por Regis Damasceno (Cidadão Instigado) e a própria banda que contou com outros aliados cearenses como Vitor Colares. O disco saiu pelo selo local Mercúrio Música e DaFne Music de São Paulo.

O som da banda cria visões em nossa mente. A certa psicodelia que o álbum nos remete faz a gente passear pelo sertão, castigado pelo sol, quando o instrumental é caloroso. Na mudança de clima, há espaço para melodias refrescantes, da chuva quando cai para um povo esperançoso. A representação urbana da capital surge com tons minimalista, eletrônicos e ruidosos tal como as noites inquietas da cidade.

Ouça o registro abaixo e aproveite o download gratuito.

Leia Mais »

21 novembro, 2017

Mark Stoermer - Filthy Apes And Lions (2017)

Já não é de hoje que Mark Stoermer, baixista do The Killers, lança disco que se sobressai ao da sua banda. Foi assim com "Another Life" de 2011 e "Dark Arts" do ano passado. Seus discos não são somente melhores que os últimos do The Killers, mas como também é o projeto solo dos membros do grupo mais bem sucedido.

"Filthy Apes And Lions", terceiro disco da carreira, é mais uma prova convincente que Mark Stoermer está no caminho certo oposto ao de Brandon Flowers e companhia.

Logo no início, na faixa-título, surgem sons de animais no meio dos arranjos, uma correspondência sonora a semiótica da capa, apontando para uma proposta "experimental", porém isso só se repete na faixa Muju's Revenge. No álbum, encontramos uma base sólida e coesa, que não se sustenta apenas em um single carro-chefe, e que deixa as nove faixas num nível igualitário, mesmo com eventuais nuances de cada uma delas.

Leia Mais »

03 novembro, 2017

The Rural Alberta Advantage - The Wild (2017)

O The Rural Alberta Advantage com nova formação chegou ao quarto disco de estúdio, "The Wild". Ano passado Amy Cole deixou a banda e Robin Hatch se juntou a Nils Edenloff e Paul Banwatt assumindo o teclado e backing vocals.

Pra quem já conhece o grupo de Toronto sabe o que vai encontrar, porém caso seja primeira vez que você escuta, eles podem te lembrar Neutral Milk Hotel ou Clap Your Hands Say Yeah. Dito isso, o novo álbum consiste no folk rock com um pequeno toque eletrônico do teclado inserido para dar certo teor pop também destacado nos vocais de Robin ao fundo.

A proposta funciona e as três primeiras faixas Beacon Hill, Bad Luck Again e Dead / Alive antecipam o ritmo que o disco vai tomar. "The Wild" pode não ter nada de excepcional, mas está nos conformes e para os amantes do folk rock pode ser uma boa pedida.

Leia Mais »

16 outubro, 2017

Will Samson - Welcome Oxygen (2017)

Não lembro exatamente qual foi o último bom disco de folk desse ano que eu ouvi. Talvez o novo do Iron & Wine, mas não lembro ao certo. 

Hoje garimpando alguns discos dei de cara com o novo do Will Samson, que até já foi indicação aqui no blog, e acabei encontrando um belo disco folk que posso dizer que se tornou um dos meus preferidos do estilo lançado esse ano.

"Welcome Oxygen" é o nome do registro de oito faixas que inspira calmaria e sossego em músicas de melodias que prezam a harmonia e a leveza dos arranjos criados na base do violão e singelos aconchegos eletrônicos. É aquele típico disco folk para combater o estresse e a fadiga que se faz extremamente necessário após um dia cansativo.




Leia Mais »