27 de outubro de 2017

Resenha » Loomer - Deserter (2017)

Aqui está mais um candidato a "Disco do Ano Nacional" no Música Café. "Deserter" é o segundo disco de inéditas da Loomer, banda gaúcha que é atualmente uma das expoentes do shoegaze nacional.

O sucessor de "You Woudn’t Anyway" (2013), "Desert" carrega em seus genes não somente peso e força para causar um impacto maior em cada música, mas também tem sua origem baseada no equilíbrio de suas influências que nos faz saudosistas quando o assunto é shoegaze e décadas atrás.



Lack, que ganhou um vídeo, é um dos destaques do álbum que nos remete a My Bloody Valentine, Dinosaur Jr e Yo La Tengo e faz ótima dobradinha com Miles. Embora certas lembranças estejam associadas a outras bandas, há muito mais que isso. Cada música eleva a moral da banda pouco a pouco destacando virtudes como as aguerridas Then You Go e Personal Illusion e as ácidas I Have To Stay e Stardust.

Se o principal insumo de seu trabalho é o barulho, a Loomer trata de lapidá-lo para deixar ele cada vez mais notável, menos sujeito a falhas, e coeso. Parece um paradoxo pensarmos em harmonia quando o objetivo é destoar fora do senso comum, porém a Loomer torna isso real quando seu trabalho traz uma efusão de ruídos caprichados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário