27 de janeiro de 2017

Os Dez Melhores Discos Nacionais de 2016

Pra fechar 2016 de vez depois de publicar a lista dos Dez Melhores Discos Internacionais, eis a lista que faltava com os dez melhores discos nacionais do ano. Durante o ano deu pra perceber que o lado b brasileiro continuou a todo vapor soltando discos pelos quatro cantos do país. Uma pequena amostra disso foram os posts publicados aqui com dez lançamentos nacionais. Conheça alguns deles aqui e aqui.

De tantos discos lançados eis aqueles que mais me agradaram.

10. JONATHAN TADEU - QUEDA LIVRE
-
Caso esteja triste e queira ouvir um disco que esteja de acordo com seu estado de espírito, o segundo álbum do Jonathan Tadeu pode te servir de ombro amigo. "Com uma sonoridade lo-fi que relembra os anos 90 da guitarra do Yo La Tengo a melodia da Carissa Wierd, Jonathan Tadeu explora o poder de suas composições para fazer um disco honesto onde a música final reflete com dignidade aquilo que se sente e o que se pensa em alta qualidade." (Leia a resenha do disco aqui)

09. SÉCULOS APAIXONADOS - O MINISTÉRIO DA COLOCAÇÃO
-
Não demora para descobrirmos a vibe oitentista dos meninos do Séculos Apaixonados em seu novo álbum, "O Ministério da Colocação". A new wave com uma roupagem despojada caracterizou bem o disco. Como amostra ouça Ele Também Foi Pra São Paulo e a nostálgica Dedo Em Riste.

08. BLUBELL - CONFISSÕES DE CAMARIM
-
O oitavo lugar fica com o charmoso quarto disco da Blubell. "Composto por 11 músicas, "Confissões de Camarim" se adapta fácil a vários ouvidos. Nele a mpb é maleável permitindo encontrar no jazz elementos que confira mais elegância nos arranjos e na lounge music um clima refrescante, bom para relaxar e quem sabe se descontrair." (Leia mais aqui)

07. JOÃO DONATO - DONATO ELÉTRICO
-
Eis um álbum instrumental digno de muitos elogios! Em "Donato Elétrico", o oitentão carioca João Donato conferiu suingue ao jazz energético que predomina em todo o disco que é versátil, dançante e um tanto elegante!

06. BANDE DESSINÉE - DESTEMIDA
-
O novo disco da Bande Dessinée, "Destemida", tem um monte de músicas pop de versos simples e retoque regional que facilmente grudam na cabeça. Essa é uma das virtudes que levou o disco do grupo a figurar aqui na lista de Melhores do Ano. Ouça Destemida, Perdizes, Estelita e Todo Canto É Mar.

05. MARCELO PERDIDO - BICHO
-
"Bicho", terceiro disco do Marcelo Perdido saiu bem dizer no final do ano. Nele pudemos encontrar um "Marcelo percorrendo o familiar caminho folk, sempre cauteloso para não tropeçar na autoconfiança. Seu instinto o conduz ao ar livre reproduzindo em suas músicas a tranquilidade de ambientes pacatos tal como ouvimos em Passarinha, Primavera em Mim, e Pai Pardal. Assim o é em todo o trajeto de o "Bicho". (Leia mais aqui)

04. O TERNO - MELHOR DO QUE PARECE
-
A banda O Terno tem ganhado cada vez mais notoriedade com um trabalho atrás do outro e seu novo disco, "Melhor Do Que Parece", não só fideliza o público conquistado até aqui como ganha mais fãs com seu velho, novo e bom rock n roll.

03. CÉU - TROPIX
-
A malemolência pop da Céu em "Tropix" a levou aos céus da música nacional em mais um ano. De Perfume do Invisível a Rapsódia Brasilis. o disco apresentou uma cantora que continua dialogando a mpb e o pop de forma a não se esbarrar em clichês.

02. BALEIA - ATLAS
-
Logo na primeira audição de "Atlas", segundo disco da Baleia, percebi que esse seria um dos meus discos preferidos. Sobre ele pude escrever: "Há mais caprichos e ambição em "Atlas" que o diferencia de "Quebra Azul". Talvez isso fique mais evidente nos efeitos das melodias, ambientações e na percussão que ganharam uma expressão maior..." (Leia a resenha do disco aqui)

01. MAHMUNDI - MAHMUNDI
-
Marcela Vale, a Mahmundi, com certeza foi responsável por deixar o ano mais feliz com seu disco homônimo. A promissora cantora que só conhecíamos através de singles e EPs acertou em cheio com seu disco de estreia. Ensolarado, cheio de músicas de refrãos pegajosos, o álbum consegue nos empolgar o tempo todo sem precisar de muito esforço. A obra reflete o brilho e a graça do sorriso da autora.


-
Ouça uma playlist com uma música de cada disco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário