13 de outubro de 2015

Resenha » Here We Go Magic - Be Small (2015)

Logo que o Here We Go Magic lançou seu debut em 2009 a banda foi associada a nomes como Grizzly Bear e Animal Collective, por exemplo, graças a textura experimental que sua sonoridade carregava, porém não tão marcada quanto as bandas citadas. Seus três primeiros trabalhos são bem competentes, recomendados pra quem quer fugir de algo massante.

Seu mais novo disco se chama "Be Small" e novamente temos aí um belo trabalho da banda. A camada experimental carrega os traços psicodélicos que vão dando formas diferentes no disco condicionando o pop e o folk em linhas disformes.

A variante experimental é um recurso que eles utilizam de forma equilibrada para dar uma textura diferenciada a outros componentes como indie rock e o folk com um viés psicodélico. Em termos simples podemos dizer que o Here We Go Magic faz um som experimental para iniciantes, bem acessível.


Em "Be Small" vemos em músicas como a ótima Falling, com um fórmula nostálgica espalhada em um segmento arranhado e Candy Apple, enxertando um camada eletrônica dançante, os melhores momentos da obra. Após a Intro no início do disco, os efeitos em Stella carregam um suingue meio latino que já de cara mostra a flexibilidade da banda que emenda a faixa com uma baladinha folk psicodélica de qualidade na faixa-título. O Here We Go Magic dispensa os exageros do universo distópico, mas também não se submete a mesmice indie.

A banda segue um padrão não-linear nos colocando em ambientes distintos. Girls In The Early Morning inicia de um jeito despretensioso no violão depois começa a pintar uma paisagem colorida de forma sutil à sua frente. Os loops eletrônicos com alguns ruídos dominam a faixa Tokyo London US Korea. Daí o disco vai se remodelando e depois de um intervalo, Wishing Well, Ordinary Feeling aponta para um clima acústico com desdobramentos de final etéreo.

Sem deixar o nível do disco decair, comum em discos comuns, o Here We Go Magic reservou outros dois bons momentos com News de estética eletrônica e guitarras ensolaradas e Dancing World de ondulações psicodélicas moderadas.

"Be Small" é excelente. Seu experimentalismo refinado é sua principal característica que levará o Here We Go Magic a aparecer em algumas listas de Melhores do Ano.

Nota: ★★★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário